Home Notícias Adventistas A espiritualidade da lei – Notícias Adventistas

A espiritualidade da lei – Notícias Adventistas

53
0

Saudações, amigos! Hoje continuamos nossa jornada pelo maravilhoso livro O Maior Discurso de Cristo, escrito por Ellen White. Se você ainda não tem uma cópia deste livro maravilhoso, eu o encorajo a baixá-lo do site egwwritings.org.

Terminamos de passar pelas maravilhosas bênçãos, conhecidas como “as bem-aventuranças”, e agora voltaremos nossa atenção para o capítulo intitulado “A Espiritualidade da Lei”.

Harmonia entre lei e espiritualidade

Às vezes as pessoas pensam em “espiritualidade” e “lei” como duas coisas separadas, mas este capítulo mostra como as duas se misturam perfeitamente. Para você ver, a lei é uma transcrição do caráter de Deus – ela nos diz o que é a verdadeira espiritualidade. O próprio caráter de Deus é o fundamento.

Nós lemos, “A lei dada no Sinai era a enunciação do princípio do amor, a revelação, feita à Terra, da lei do Céu. Foi… proferida por Aquele por cujo poder o coração dos homens podia ser posto em harmonia com os seus princípios” (O Maior Discurso de Cristo, página 46).

Apenas “fazer” ou “não fazer”?

Infelizmente, no entanto, muitas vezes a lei é considerada uma lista de “fazer” e “não fazer” a ser verificada como um indicador de espiritualidade. Mas Jesus nos mostra que a espiritualidade é muito mais profunda do que apenas tentar guardar a letra da lei.

Ele disse em Mateus 5:19, 20: “Aquele, pois, que violar um destes mandamentos, posto que dos menores, e assim ensinar aos homens, será considerado mínimo no reino dos céus; aquele, porém, que os observar e ensinar, esse será considerado grande no reino dos céus. Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus”.

Profundidade da lei de Deus

Aqui, Jesus está apontando que a lei é muito mais profunda do que simples aparências externas. Citando o sexto mandamento, “Não matarás”, Ele explica como abrigar ódio e raiva no coração é tão sério quanto o ato em si. E quanto ao sétimo mandamento, “Não cometerás adultério”, disse Jesus, “qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela” (Mateus 5:28).

Ele continuou explicando a Seus ouvintes o que significa guardar os mandamentos de Deus – exortando-os a “reconciliar-se com seu irmão” (v. 24), “dar a outra face” (v. 39) quando outros nos maltratam, e “andar a segunda milha” (v. 41) mesmo para aqueles que não merecem. Ele nos exorta: “Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem” (vs. 44).

E por que Ele nos pede para fazer essas coisas aparentemente impossíveis? Para que possamos ser como Ele.  “Porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos” (vs. 45).

Perfeitos em Cristo

Surpreendentemente, Jesus então declara, “Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste” (vs. 48).

Como isso pode ser? Através de nossos próprios esforços, é absolutamente impossível! Mas, louvado seja Deus, Jesus declarou, “. . . para Deus tudo é possível” (Mateus 19:26)!

No livro O Maior Discurso de Cristo nós lemos: “Por Sua própria obediência à lei, Cristo testificou do caráter imutável da mesma, e provou que, por meio de Sua graça, ela podia ser perfeitamente obedecida por todo filho e filha de Adão…Visto a lei do Senhor ser perfeita, e portanto imutável, é impossível aos homens pecadores satisfazer, por si mesmos, a norma de sua exigência. Foi por isso que Jesus veio como nosso Redentor. Era Sua missão, mediante o tornar os homens participantes da natureza divina, pô-los em harmonia com os princípios da lei celestial” (p. 50).

Então, quando entregamos nossos corações a Jesus, Ele faz uma obra incrível dentro de nós, nos transformando para que possamos realmente ser participantes de Sua natureza divina, ajudando-nos a nos tornarmos mais e mais semelhantes a Ele a cada dia.

Lei escrita no coração

Amigo, você gostaria de ser mais como Jesus? Você gostaria de ter Sua lei escrita em seu coração? Isto é o que Ele está oferecendo a você e a mim hoje. Por que não oramos juntos agora, pedindo a Ele que faça essa obra maravilhosa em nossas vidas para que possamos glorificá-Lo.

Oração

Pai nosso que estás nos céus, nós Te agradecemos porque, através do poder de Jesus, Sua justiça justificadora, Sua justiça santificadora, podemos realmente viver cada vez mais como Jesus. Somos muito gratos pelo plano de salvação. Somos muito gratos pela justiça de Cristo que nos é imputada e transmitida a nós. Por isso, Senhor, Te pedimos agora que mudes nossas vidas, dá-nos um coração de carne, um coração em sintonia Contigo. Obrigado por nos ouvir nesta oração. Em nome de Jesus nós pedimos. Amém.


Ted Wilson é o presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

https://sdahymnal.net/

Previous articleChristmas Card Enterprise Initiative at Dudley House School :: Adventist Church in UK and Ireland
Next articleNAD Distributes 10,000 Pounds of Fresh Produce in Record Time During Thanksgiving Giveaway

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here