Aluno da Escola Adventista é selecionado para o Parlamento Jovem Brasileiro 2015

0
1443

Conteúdo original Aluno da Escola Adventista é selecionado para o Parlamento Jovem Brasileiro 2015“>Aluno da Escola Adventista é selecionado para o Parlamento Jovem Brasileiro 2015

IMG_8577

A proposta do aluno Carlos Oliveira ficou em segundo lugar, entre as 12 selecionadas do estado de Goiás no quadro de classificação geral.

Goiânia, GO… [ASN] O estudante Carlos José de Oliveira do Colégio Goianiense Adventista, CGA, foi um dos 78 estudantes selecionados para representar os estados brasileiros no projeto Parlamento Jovem Brasileiro deste ano.

O projeto recebeu 1.785 mil inscritos de todo o país com propostas de novos projetos de lei. Os selecionados participaram do dia 20 a 25 de setembro da rotina dos trabalhos legislativos na Câmara dos Deputados.

A proposta do aluno Carlos Oliveira ficou em segundo lugar, entre as 12 selecionadas do estado no quadro de classificação geral.

Este é o primeiro ano que o CGA participa. O professor Cristiano apresentou o projeto para os alunos com objetivo de interligar com os assuntos abordados na aula de filosofia. Já que os alunos estavam estudando sobre ética e moral.

A criação de um projeto de lei foi proposto como um trabalho para a disciplina dele e, quem quisesse poderia se inscrever no projeto Parlamento Jovem.

“Eu só dei uma isca, quem de fato pescou, quem de fato correu atrás foi ele [Carlos]. Nós estamos caminhando em direção que é o meu sonho, de que o aluno trabalhe dentro da perspectiva de um estudo independente, de ele entender que precisa correr atrás daquilo que ele necessita, tanto academicamente, quanto socialmente. E a partir dessa busca ele vai começar a obter os resultados”, ressalta Santana.

Resultados que podem refletir inclusive na vida profissional de Carlos, já que o garoto pretende fazer o curso de direito.

O estudante gostou da ideia e se inscreveu, sem imaginar que sua proposta, partida de uma entrevista que assistiu na TV, seria uma das escolhidas. “Eu tive a ideia de fazer o projeto baseado em um comentário de um advogado que eu ouvi no jornal, sobre a crise financeira do país. Ele falou que não existe uma lei específica para instituições bancárias pagarem imposto em cima de seus lucros”, destaca Oliveira.

Cópia de IMG_8564

Professor Roni Pereira, o estudante Carlos Oliveira e o professor Cristiano Santana (da esquerda para a direita).

O projeto atende os alunos do segundo ano do ensino médio até o ensino técnico de escolas particulares e públicas. E tem por objetivo levar esses estudantes à reflexão crítica e participação no processo de representação política.

Carlos é do 2º ano do ensino médio e sua proposta de lei prevê que instituições bancárias paguem impostos pelos lucros adquiridos.

O professor Roni Everson Pereira leciona a matéria de redação no CGA, foi ele quem deu suporte para o aluno com relação a parte estrutural e gramatical do projeto de lei. Para ele, alunos dedicados devem ser valorizados para que outros estudantes também sintam-se motivados a participar de projetos assim.

“Eu sou muito otimista com relação a educação. Embora, o Carlos seja uma exceção, a gente sabe que deve usar essa exceção para motivar os outros alunos. Quando a gente vê que ele foi selecionado em um projeto nacional, com pessoas do país inteiro. A gente precisa mostrar para os outros alunos que é possível”, acrescenta Pereira.

Segundo o professor Cristiano Santana, incentivar os alunos a participar do projeto o fez relembrar do papel da educação e principalmente do professor. “Que nossa educação não seja só uma questão de conteúdo, de sala de aula, mas que seja uma educação que de fato forme o cidadão. E que o cidadão se reconheça enquanto agente e ator do processo político brasileiro”, aconselha Santana. [Equipe ASN, Jéssica Veloso]

Conteúdo original Aluno da Escola Adventista é selecionado para o Parlamento Jovem Brasileiro 2015“>Aluno da Escola Adventista é selecionado para o Parlamento Jovem Brasileiro 2015

Notícias Adventistas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here