Aventuri em Goiás reúne cerca de 2 mil pessoas e trabalha relacionamento entre pais e filhos

0
64

Os pais participaram de uma palestra sobre a influência da tecnologia na vida das crianças.

Por Maycon Santos
10 de setembro de 2019

62 clubes participaram do XV Aventuri da Associação Brasil Central. Foto: Paulo Henrique Ribeiro

Realizado entre os dias 6 a 8 de setembro, o acampamento chamado de Aventuri reuniu 1.750 pessoas no Centro Adventista de Treinamento e Recreação de Goiás (CATRE). Essa foi a (15°) edição do evento e contou com a participação de 62 clubes de Aventureiros de todo o estado.

Neste acampamento em meio a natureza, as crianças são desafiadas a fugir das mídias sociais, sem sinal de internet de operadoras no local, o celular foi utilizado apenas para registrar os melhores momentos.

Os pais participaram de palestras sobre Mídias e limites, Filhos Meu Precioso Tesouro e Família Feliz, Criança Feliz. A psicóloga Roselaine Sônego alertou sobre referências culturais da atualidade, onde pais ficam frustrados e os filhos conectados. “Crianças, jovens e adultos de hoje não podem imaginar uma existência sem smartphones”, conta.

“Nós precisamos de outro tipo de conexão, somos um povo abençoado e temos que nos conectar mais com Deus para utilizar a tecnologia a fim promover a espiritualidade ao invés da dependência e de outros problemas relacionados com a tecnologia”, acrescenta Rosilaine.

A conexão com a natureza parece mais tênue do que nunca hoje – uma época em que a internet toma conta da vida das pessoas. A diretora do clube Suricato, Helen Campos, diz ser fundamental se desconectar.

“Trabalhar o relacionamento com o próximo neste lugar é muito importante, principalmente para as crianças se conhecerem e ter mais comunhão com Deus”, ressalta.

A programação no auditório foi contada por meio de uma peça teatral com a personagem Lili. Ela conta que foi um prazer marcar presença em mais um Aventuri da Associação Brasil Central.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here