Campanha Vida por Vidas valoriza doadores de sangue como heróis

0
74

Doadores de sangue e seu poder para salvar vidas é o destaque da nova campanha do projeto que incentiva a doação regular em oito países da América do Sul.

Por Felipe Lemos
13 de junho de 2019

Objetivo é ressaltar papel de doadores e sua colaboração à sociedade (Foto: Divulgação)

Na semana em que se celebra o Dia Mundial do Doador de Sangue (14 de junho), foi lançada a nova campanha do projeto Vida Por Vidas ressaltando o papel dos doadores de sangue como heróis. A ideia é mostrar que as pessoas agem para salvar outros quando se tornam doadoras. A iniciativa da Igreja Adventista já é conhecida pelos hemocentros e hospitais de toda a América do Sul desde 2005, e promove ações constantes e eventos para criar a consciência da necessidade da doação sistemática.

Leia também:

A falta de doadores é uma realidade no Brasil. O Ministério da Saúde informa que a taxa dos que realizam a prática no País está dentro dos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), ou seja, pelo menos 1% da população doadora.  Atualmente, no Brasil, cerca de 1,6% da população doa sangue – 16 a cada mil habitantes. Ainda assim, se esse número fosse mais expressivo, mais pessoas seriam beneficiadas.

Perfil de doadores

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o perfil dos doadores de sangue se mantém estável ao longo dos anos. Em 2017, 59,42% deles eram do sexo masculino e 40,57 % do sexo feminino.

É justamente por isso que a nova campanha do Vida por Vidas quer ressaltar o papel dos doadores como agentes da mudança. O diretor sul-americano do projeto, Carlos Campitelli, explica que foi criado um conceito para chamar a atenção para a ideia do poder que as pessoas têm ao doar sangue. “Nossa campanha quer mostrar que, não importa a profissão, etnia, condição social ou outros aspectos, quem se dispõe a doar é um herói para quem depende, por exemplo, de uma transfusão para viver”, ressalta.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here