Campori on-line conecta mais de seis mil desbravadores em SP

0
491

Evento organizado em três dias vai integrar participação de aventureiros a partir desta sexta-feira, 10 de abril.

Por Vanessa Moraes
9 de abril de 2020

Evento ganhou título homônimo à Semana Santa 2020, “Amor Escrito com Sangue” (Arte: Renan Lima).

Nada de barracas coletivas ou aglomerações. O acampamento é o próprio quarto e o palco de todas as interações é a internet. Em tempos de distanciamento social, os desbravadores das regiões leste e norte de São Paulo, capital, e outras localidades do Brasil formaram um exército virtual com mais de 6.200 membros que participam do primeiro Campori On-line da Associação Paulista Leste, sede administrativa da Igreja Adventista nesse território.

Com título homônimo à Semana Santa 2020, “Amor Escrito com Sangue”, o campori começou no dia 3 de abril e terá encerramento no próximo domingo de Páscoa, dia 12. Nesta sexta-feira, 10, o evento se tornará o primeiro Campori/Aventuri On-line da Associação Paulista Leste, pois vai integrar a participação de cerca de dois mil aventureiros, chegando a mais de oito mil participantes.

“Esse evento surgiu como resposta aos desafios de isolamento social que sobreveio sobre todos nós nesses últimos dias. A proposta é ser uma alternativa aos nossos Clubes de Desbravadores e aos demais Clubes Irmãos de todo o Estado de São Paulo e demais localidades, para manterem suas atividades do dia a dia, mesmo não podendo se reunir presencialmente”, afirma o pastor Nelson Milanelli, líder de desbravadores e aventureiros para as regiões leste e norte da capital paulista.

De acordo com Milanelli, buscou-se manter as características típicas do movimento dos desbravadores, mas adaptadas ao ambiente de suas casas. “Nosso principal alvo é incentivar fortemente o engajamento de todos nós durante esta Semana Santa. Falhas podem ocorrer, mas estamos fazendo de tudo para oferecer algo que dê alegria e dias de movimento e vida aos clubes”, explica o líder.

Dinâmica

Os líderes dos Clubes de Desbravadores recebem boletins com informações e orientações importantes sobre o campori on-line. Esse conteúdo é repassado aos membros da diretoria, que disseminam aos desbravadores. Nos boletins constam ações e desafios que devem ser cumpridos ao longo do evento. Um deles foi o desafio #ConectandoGerações. Os desbravadores tiveram que criar uma rede de pastoreio e apoio aos idosos. Eles entraram em contato telefônico com os idosos da igreja local ou da própria família e conversaram sobre como estão, se precisam de algo, falaram o quanto ele é importante para a igreja e para família, leram um versículo bíblico e oraram. Ao final da ligação, o desbravador convidou o idoso para um encontro no primeiro sábado após a quarentena passar, para que juntos assistam o culto e façam uma oração. E mais, durante o período de distanciamento social o desbravador deve manter contato com o idoso por meio de ligações ou redes sociais.

Desbravadores foram desafiados a doar sangue. Medidas de segurança contra a Covid-19 foram adotadas em todas as doações (Foto: Arquivo Pessoal).

Os desbravadores ainda participam de desafios como Mutirão de Páscoa, Doação de Sangue, Interação Familiar, Evangelismo na web, confecção de materiais, separação de roupas para doação, entre muitos outros.

Preparo

Todos os desafios lançados aos desbravadores carregam envolvimento, sociabilização, amizade, companheirismo e espiritualidade, segundo Milanelli. E tudo isso foi pensado rapidamente. Um campori presencial leva meses de preparação tanto no local onde vai ocorrer quanto no programa. Nesta edição virtual, a ideia surgiu uma semana antes da abertura oficial e o programa foi montado em apenas três dias. No total, cerca de 60 pessoas fazem parte da equipe de apoio. “Está valendo a pena! Os desbravadores e líderes estão muito motivados. Temos um grande movimento de ações e um sentimento muito positivo sobre todas as famílias dos desbravadores”, comemora o pastor.

Clube de Desbravadores Tiquatira ganhou destaque no desafio de caracterização de Ellen e Thiago White (Foto: Reprodução).

O evento acontece por meio de lives diárias, conta com interações em tempo real, quizes e lança desafios que devem ser cumpridos pelos desbravadores, além de motivar a realização de especialidades sobre Como Cuidar da Casa e Técnicas de Lavanderia.

Interações

Nas redes sociais, desbravadores comentam sobre a importância desse evento, principalmente nesse período de quarentena. “Nos tirou literalmente da monotonia do confinamento”, publicou Keilla Cristina Silva. “Top, campori à altura da nossa associação, parabéns aos organizadores e ao pastor por ter colocado essa ideia em prática, não poupou capricho! Em tudo lembra um campori físico! Os regionais estão de parabéns, coordenadores e todos os envolvidos que, sem dúvida, são muitos! Sensacional! O clube Constelação de Áquila sente-se honrado participar de um evento que, sem dúvida, entra pra história dos desbravadores! Juntos somos mais fortes e criativos”, comentou Jéssica Lopes.

Desbravadores desenvolvem atividades dentro de casa e cumprem desafios diários (Foto: Arquivo Pessoal).

A desbravadora Rafaelly Kristiny também compartilhou sua opinião: “Parabéns a todos os envolvidos. Com certeza está sendo um evento guiado por Deus, supriu todas as expectativas. Crianças, conselheiros e pais de desbravadores, todos envolvidos. Emoção dos pais ao verem os filhos passarem na live e verem que era também por esforços deles. Realmente gratificante. Que Deus continue os guiando e orientando”. Sentimento semelhante ao que publicou Evandro Dutra: “Apesar de estar muito longe de clube, está sendo uma experiência incrível. Parabéns a todos vocês por essa iniciativa. Estou novamente me sentindo mais perto de Deus. Deus abençoe! Maranata”.

Chamado

Nelson Milanelli espera que ao final do campori/aventuri on-line cada desbravador e aventureiro, cada jovem, tenha gravado em seu coração a certeza de que foi chamado para exercer uma função especial neste mundo: salvar do pecado e guiar no serviço. “Eles estão fazendo coisas revolucionárias, sendo luz dentro de casa. Que eles acreditem que Deus os está chamado. Meu sonho é ver essa geração em pé, dizendo que Jesus está voltando”, finaliza o pastor.

https://sdahymnal.net/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here