Classe de Escola Sabatina dedica-se a estudo das profecias e chama atenção de visitantes da igreja

0
72

A classe de estudo das profecias já gerou diversos resultados entre batismos e interessados em conhecer mais sobre a Bíblia

Por Jenny Vieira
23 de novembro de 2020

Enric e Natália se interessaram pelo estudo de profecias oferecido em uma classe de Escola Sabatina na Igreja Central de Brasília. (Foto: Arquivo Pessoal)

Enric e Natália Pinheiro, chegavam à Igreja Adventista Central de Brasília, pela primeira vez. Na porta, foram bem recepcionados e podiam escolher: participar de uma classe de estudos para visitantes ou de outra classe de estudos das profecias de Daniel e Apocalipse. O casal, que há algum tempo já guardava dúvidas sobre as profecias bíblicas, escolheu a segunda opção.

Leia também:

Como tudo começou

Seis anos atrás, um grupo de professores da Escola Sabatina da Igreja Central de Brasília, percebeu que precisava de uma classe para atender especialmente às visitas que chegavam à igreja. Afinal, o tema da Lição da Escola Sabatina nem sempre era tão simples de entender para quem estava chegando pela primeira vez.

A ideia se consolidou e foi criada a classe de visitantes. A cada sábado, temas simples de serem entendidos eram estudados com o grupo. Com o tempo, os membros, ainda novos na igreja, pediam para estudar assuntos mais complexos. Vez ou outra, os estudos dos principais temas bíblicos eram pausados para uma série de estudos sobre as profecias.

“Logo entendemos que havia muito interesse das pessoas que assistiam. Normalmente, classes de estudos bíblicos são frequentadas por pessoas não adventistas, mas notamos que muitos adventistas passaram a assistir, motivados pelo aprendizado de profecias”, conta o empresário Guilherme Giroto, um dos pioneiros na liderança da classe. Com o aumento de pessoas interessadas em aprender sobre as profecias, as classes precisaram ser divididas, uma para assuntos corriqueiros da Bíblia e outra para o estudo dos livros de Daniel e Apocalipse.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here