Combate à pedofilia é pauta entre estudantes de Belo Horizonte

0
234

Minas Gerais é o segundo estado do Brasil com maior número de casos de violência contra crianças e adolescentes, dentre elas o abuso sexual

Por Renata Paes
15 de maio de 2019

Estudantes do Colégio Adventista de Belo Horizonte assistem palestra sobre combate à pedofilia (Foto: Larissa Rodrigues)

Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp/MG), só em 2017 foram registradas 1,9 mil ocorrências de abusos sexuais contra crianças e adolescentes. Mais que números estatísticos anuais, trata-se de uma vida inteira marcada pela violência, dentre elas o abuso sexual. Para orientar sobre as formas de denúncia e proteção, cerca de 300 estudantes do Colégio Adventista de Belo Horizonte (CABH), participaram na manhã desta terça-feira (14) da palestra “Juntos Contra a Violência”. O programa fez alusão ao Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual, vivenciado no próximo sábado, 18 de maio.

Leia também: 

Entre os abusados, as crianças e adolescentes do sexo feminino são os mais vulneráveis. Segundo o Protocolo de Atendimento ao Risco Ocupacional e Sexual, mais de 86% das vítimas são meninas.

Folheto “Juntos Contra a Pedofilia” foi dado aos estudantes para ser entregue aos pais ( Foto: Larissa Rodrigues)

A delegada e deputada estadual, Sheila Oliveira, foi convidada pelo Ministério da Família da Igreja Adventista do Progresso, para palestrar. Ela explicou sobre a pedofilia, o perfil dos abusadores, como e onde denunciar. A deputada ainda entregou aos alunos um material didático a respeito do tema para ser conversado com os pais. O folheto contém informações que auxiliam uma criança a identificar quais os riscos existentes da pedofilia no ambiente virtual e situações de abuso.

“Esse não é um assunto fácil de ser tratado. Trouxemos um material para as crianças que deverá ser entregue aos pais. Apresentamos aqui casos práticos registrados nas delegacias”, pontuou a delegada.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.