Covid-19: Família desenvolve ações que beneficiam outras 83 famílias do seu condomínio

Em meio ao isolamento social decorrente da pandemia do novo corona vírus, os Ferreiras estão desenvolvendo atividades de cunho espiritual, emocional e comunitário.

Por Andréia Kals
8 de abril de 2020

As filhas Ana Paula e Sara Cristina montam kits contendo álcool em gel para distribuir à vizinhança.  [ Imagem: Divulgação]

Niterói é a 2º cidade com mais casos do novo corona vírus do estado do Rio de Janeiro. Mas para as 83 famílias que residem no condomínio Jardim das Tulipas e Acácias, em Icaraí, a preocupação e a ansiedade, características dos locais que enfrentam o isolamento social, foram minimizadas graças as iniciativas promovidas pela família Ferreira.

Dentre os projetos estabelecidos na nova rotina, está a oração intercessora, a campanha de arrecadação e distribuição de alimentos, a divulgação da Semana Santa, distribuição de álcool em gel, serenatas, e até a viabilização da vacinação a domicílio para os 102 idosos que residem no local.

O ponta pé inicial se deu por parte da mãe, Martha, que já planejava fazer algo para a vizinhança antes da chegada da pandemia. Com os noticiários, no entanto, os planos foram adaptados. O esposo, Elmo, e as duas filhas Ana Paula (24)  e Sara Cristina (22), logo entraram no clima.

Iniciativas de apoio emocional e espiritual

Elmo, o pai, sai para a distribuição dos kits e convites da Semana Santa on-line.  [ Imagem: Divulgação]

A primeira ação foi a entrega de kits contendo frascos de álcool em gel, o livro “A Grande Esperança”, a meditação para pequenos Grupos da Semana Santa, e convites, indicando os canais pelos quais poderiam assistir a mesma. A família toda montou os kits e depois o pai, Elmo, saiu para a entrega, deixando as sacolas personalizadas penduradas nas maçanetas das portas.

De forma paralela desenvolveram um projeto de oração, que foi divulgado com bilhetes no elevador e via e-mail, com o auxílio da síndica. “Logo vieram mensagens no WhatsApp e ligações no interfone, os vizinhos ficaram felizes e agradeceram por fazermos inovador assim no prédio”, conta a mãe, Martha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *