Home Notícias Adventistas Escola de Missões prepara novos missionários para o mundo

Escola de Missões prepara novos missionários para o mundo

70
0

Jovem segurando o globo terrestre simboliza a missão que está em nossas mãos: pregar o evangelho ao mundo. (Foto: Freepik)

Quem quer ser um Missionário? Em primeiro lugar, se esse é o seu sonho, através da Escola de Missões agora você está mais perto de realizá-lo, mas se porventura esse não é o seu sonho, após você terminar de ler essa notícia, creio que você vai mudar de ideia.

Missionários do centro da Bahia participam da aula inaugural da Escola de Missões. (Foto: Elder Cunha)

Sem dúvidas, o objetivo dessa escola é preparar novos missionários para o mundo, proporcionando assim um amplo conhecimento sobre idiomas, culturas, propósitos, e muitos outros elementos essenciais para que você seja um missionário além das fronteiras, ou até mesmo, no local onde você estiver inserido. Dessa forma, fica claro que a escola existe para incentivar os participantes a se apaixonarem cada vez mais pelas missões.

E por falar em paixão, países como por exemplo: Brasil, Estados Unidos, Espanha, Argentina, Japão, África, dentre outros, possuem chamados em aberto, com oportunidades únicas e necessitando de missionários assim como você. É provável que você não sabia disso, mas agora que você sabe, clica aqui.

Missões além das fronteiras

No centro da imagem está o Diego Bastos, jovem que foi chamado para ser missionário no Timor-Leste. (Foto: Elder Cunha)

Nesse sentido, a aula inaugural da Escola de Missões da Associação Bahia Central ficou marcada por sorrisos, encontros, palestras, compromissos e lágrimas. Lágrimas? Sim, gotas de alegrias jorraram dos olhos dos amigos e conhecidos de Diego Bastos, afinal, ele é um jovem que aceitou o chamado para ser missionário em Timor-Leste, país que fica localizado no continente asiático. Quer saber mais? Continue lendo.

A história

Diego com o uniforme de atividades do clube de desbravadores. (Foto: Reprodução)

Desde cedo, Diego sempre teve contato com as atividades na igreja, sendo assim, uma grande parte do incentivo que ele recebeu veio da sua mãe e da sua avó, que sempre estavam educando-o e ensinando-o a estudar a bíblia e a se envolver diretamente com o serviço. Sendo de uma família adventista, sempre foi muito participativo e dedicado em tudo que realizava. Logo que completou 14 anos de idade, já começou a receber as primeiras funções na igreja a qual faz parte, no bairro de Novo Horizonte, local onde nasceu e criou-se.

Diego ao lado da sua avó. (Foto: Reprodução)

Desse modo, quanto mais o tempo passava, mais ainda ele se desenvolvia em diversas áreas de atuação na igreja, como por exemplo: Música, Departamento Financeiro, Secretaria, Desbravadores, Ministério da Criança, Ancionato e Ministério Pessoal, que sem dúvidas, são áreas que o desenvolveram pessoalmente e espiritualmente.

Certo dia, uma amiga conversou com ele e o incentivou a pensar na possibilidade de ser um missionário. A princípio, ele não se interessou muito, mas ao passo que o tempo ia passando, ele começou a se interessar, a buscar saber mais, a orar e a confiar ainda mais nos planos e propósitos de Deus para sua vida.

O Impacto Esperança na igreja. (Foto: Reprodução)

Após um tempo e já com a decisão no coração de ser um missionário, ele recebeu uma ligação que confirmou ainda mais o desejo e do outro lado da linha alguém disse: – Diego, temos um chamado para você. Você está pronto? A partir desse dia, ficou ainda mais claro o dever e o propósito pelo qual ele foi chamado, e com alegria no coração, ele respondeu: – Eu vou.

Leia mais: Obra missionária une casal com o mesmo propósito

Consagração e Dedicação

Momento da oração de consagração dirigido pelo pastor Florisberto, pastor da igreja do Diego. Ao redor deles, os administradores da Associação Bahia Central e o Pr. Francesco, líder do Serviço Voluntário da União Leste Brasileira (Foto: Jonny Lucas)

Ao final da Escola de Missões, um momento muito especial de dedicação e consagração pela vida do Diego, conduzido pelos administradores da Associação Bahia Central, pelo pastor Francesco Marquina, líder do Serviço Voluntário da União Leste Brasileira e pelo pastor Florisberto Gomes, pastor da igreja que o Diego é membro, foi inspirador.

“A cada dia que passa me sinto mais dependente de Deus e me coloco à disposição para a obra dEle. Hoje aceito o desafio transcultural de servir ao Senhor em outro continente, o que me trará mais crescimento. Sem dúvidas, precisamos encontrar nossos propósitos e alinhá-los à vontade de Deus, que é apaixonado em salvar pessoas. O propósito nos leva à missão que não é parte da vida, ela é a vida do cristão,” afirmou Diego.

Visto que aconteceu de forma híbrida, o pastor Carlos Ferreira realizou a reflexão bíblica para os dois públicos. (Foto: Deilane Santos)

Para o presidente da Associação Bahia Central, pastor Carlos Ferreira, o convite de Deus para nós hoje é que nos entreguemos completamente à missão. “Somos dependentes de um Deus que pode todas as coisas, portanto, que a nossa geração se levante para honrar, para servir e para proclamar o nome do Senhor. Com coragem, ousadia e cheia do Espírito Santo faremos a diferença nesse mundo. Diego é o primeiro de muitos que enviaremos à missão”, enfatizou.

Convite à missão

Pr. Ronaldo Rocha faz um convite para que todos sejam missionários no Reino de Deus. (Foto: Elder Cunha)

Da mesma maneira, o líder do Serviço Voluntário da Associação Bahia Central, pastor Ronaldo Rocha, expressou sua gratidão a todos os missionários que têm se colocado à disposição de Deus. “É maravilhoso ver que pessoas de todas as idades aqui do nosso território têm se dedicado à missão para assim apressar a volta de Jesus. Eu creio que muito em breve veremos Jesus voltar e para que isso aconteça, muitos vão além das fronteiras para salvar. Assim, aqui em nossa Escola de Missões tem espaço para você que deseja ser um missionário. Deus conta com você”, afirmou.

Pr. Davi França deixa um recado especial. (Foto: Reprodução)

Para o pastor Davi França, secretário executivo da União Leste Brasileira, é preciso se envolver na missão. “Você certamente já se envolveu em alguma atividade missionária na igreja e tem ajudado no cumprimento da missão, mas não basta ter uma função, é preciso se envolver na missão. Desse modo, precisamos ajudar outras pessoas a tomarem a decisão de aceitar Jesus, e você como um missionário, será esse agente de esperança e salvação”, afirmou.

Pr. Francesco apresenta uma palestra sobre missão. (Foto: Jonny Lucas)

Semelhantemente, o líder do Serviço Voluntário da União Leste Brasileira, pastor Francesco Marquina também fez um convite aos participantes presentes. ” O desejo de Deus é que você faça a diferença nesse mundo. Apresente-se a Deus disposto a cumprir a missão e tenha certeza que Ele o capacitará e o usará poderosamente para ser um voluntário em lugares que precisam conhecer a Jesus”, destacou.

Assim como Deus fez o chamado a Diego Bastos e ele aceitou, Deus também está chamando você para ser um missionário. Por fim, que resposta você dará a Deus? Reflita.


Veja mais fotos:

Assista aqui a Escola de Missões completa

https://sdahymnal.net/

Previous articleADRA Supports More than 60,000 Refugees Who Arrived in Brazil
Next articleIn Mexico, Adventist Church Trains Children and Adolescents to be Future Leaders – Seventh-day Adventist Church

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here