Escolas adventistas promovem drive thru para amenizar saudade de alunos e professores

0
124

Depois de meses de contato exclusivamente virtual, o Drive Thru da Saudade permitiu que os estudantes e o corpo docente se reencontrassem num momento cheio de emoção e carinho.

Por Érica Tavares
30 de junho de 2020

No reencontro a emoção ficou em primeiro lugar e levou às lagrimas estudantes e professores. (Foto: Divulgação).

Na última semana de junho três unidades escolares da rede de Educação Adventista no sul do Maranhão promoveram o Drive Thru da Saudade. Além de encerrar o primeiro semestre letivo, a ação permitiu que os estudantes encontrassem novamente seus professores, depois de meses de aulas on-line. E assim, diminuíssem um pouco da saudade que sentiam uns dos outros.

Desde a suspensão das aulas presenciais devido à pandemia do novo coronavírus, as escolas adventistas mantiveram suas atividades de forma virtual. Enquanto isso, os alunos tiveram aulas, fizeram atividades avaliativas e foram acompanhados pelos professores à distância. Ou seja, só se viam pela tela dos aparelhos eletrônicos. Faltava chegar perto, olhar no olho e até mesmo, dar um abraço.

Para oferecer essa oportunidade, a Escola Adventista de Imperatriz (EAI), a Escola Adventista de Porto Franco (EAPF) e o Colégio Adventista de Imperatriz (CADI) mobilizaram seu corpo docente e decidiram organizar o evento. Direcionada aos segmentos da educação infantil e do ensino fundamental, a ação teve apoio imediato dos pais.

Momentos de emoção

À frente das unidades foi organizado o espaço para que os veículos passassem diante de uma turma de professores animados, com adereços, balões e cartazes com muitas frases carinhosas, que explicitavam seu sentimento. As crianças chegavam com muita empolgação: produziram cartazes, faixas, levaram flores e presentes para os mestres. E para matar a vontade de chegar mais pertinho, foi disponibilizada uma estrutura plástica que, com a devida higienização, permitia um abraço apertado, cheio de saudade, mas sem contato físico direto. Consequentemente, a emoção tomou conta de todos e foi possível ver lágrimas no rosto de professores, estudantes e dos familiares.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.