Home Notícias Adventistas Famílias do sudoeste da Bahia recebem assistência após enchente

Famílias do sudoeste da Bahia recebem assistência após enchente

18
0

Voluntários atuaram na triagem das famílias e na distribuição das doações, que atenderam três cidades na região. Foto: Reprodução.

No sudoeste da Bahia as cidades Barra do Rocha, Ipiaú e Jequié foram beneficiadas pela mobilização que atendeu os moradores afetados pela enchente do Rio de Contas. Foram entregues cartões com um voucher de R$ 227,00 para 433 famílias, beneficiando cerca de 1.400 pessoas. Também foram distribuídas 200 cestas básicas para a região, com uma média de 32 kg de alimentos em cada kit.

Leia também:

Mobilização

As fortes chuvas que atingiram municípios baianos entre dezembro de 2022 e janeiro deste ano afetaram mais de 160 mil pessoas. A intensidade das chuvas prejudicou o cotidiano de centenas de pessoas em diversos municípios e áreas rurais. As precipitações causaram deslizamentos, alagamentos e quedas de árvores, deixando inúmeras famílias desalojadas.

Para auxiliar as pessoas que ficaram desabrigadas e tiveram inúmeros prejuízos com o excesso de chuvas, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), em parceria com a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e o Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro, promoveram uma ação de ajuda humanitária.

O governo dos Estados Unidos fez uma doação de US$ 10.000 por meio da USAID que foi convertido em 300 cestas básicas de alimentos. A ADRA foi responsável pela logística de execução e entrega dos itens de segurança alimentar às vítimas em parceria com a Ação Solidária Adventista (ASA).

O diretor da ADRA Brasil, Fabio Salles, frisa que uma ação como essa é essencial para devolver dignidade para as pessoas atingidas e trazer um pouco de alívio em um momento tão difícil.

“Saber que temos parceiros que apoiam e se disponibilizam para ajudar é motivo de alegria e amplia a possibilidade de a ADRA continuar fazendo o trabalho de amparar aos que mais necessitam”, comemora Salles.

Assistência

Josivaldo Francisco dos Santos é pastor na cidade de Jequié e conta que o impacto da ADRA nas famílias da comunidade tem sido uma benção. Muitas pessoas perderam praticamente tudo e com isso não tinham condições de comprar alimentos. A doação ajuda a suprir a necessidade durante algum tempo.

“O impacto que nós temos para as famílias é muito grande. Muito mais do que o benefício, estamos atendendo as pessoas que foram afetadas pelas enchentes e por tudo que vem acontecendo aqui em nossa cidade”, explica.

Trabalho conjunto

A parceria entre a ASA e a ADRA une forças para atender melhor. A ADRA arrecada e fornece o benefício e a ASA compartilha os voluntários e organiza cadastros com as famílias da região.

“Essa ponte é muito importante, porque começamos a atender o pão material, que é a necessidade inicial das pessoas, e a partir disso, despertamos o interesse e assim entregamos o pão espiritual através da palavra de Deus e poderemos estudar a bíblia com cada família”, completa Josivaldo.

O trabalho desenvolvido pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e a ADRA existe há alguns anos na região e têm se consolidado cada vez mais. A instituição financiou os benefícios para atender as necessidades das pessoas que sofreram com as chuvas na região e com isso tem contribuído com a comunidade.

“Essa parceria tem funcionado de forma muito eficaz. A ADRA capta recursos através da USAID e entrega os benefícios através dos voluntários das igrejas (ASA), e essa organização faz com que a entrega dos benefícios seja feita de forma mais rápida e eficiente”, conta Leonardo Mendes, diretor regional da ADRA.

O processo de seleção é feito pelos voluntários que identificam nos pontos que foram atingidos pelas chuvas, quais são as pessoas que mais precisam dos benefícios, através de um filtro de necessidades e características.

Auxílio

Lucilene de Jesus, multioperadora, moradora de Jequié, recebeu uma cesta básica e agradeceu a Deus por essa benção. “Essa doação vai me ajudar nas despesas da minha casa porque eu fui uma das pessoas afetadas pelas chuvas e enchentes. Na minha casa serão beneficiadas 3 pessoas, dois adultos e uma criança”.

A cesta é destinada como dieta suplementar para uma família de quatro pessoas por um período de pelo menos 15 dias. Ela segue o padrão Esfera, que é uma das bases de referência para a prática do trabalho humanitário.

“A ação comunitária proporcionou um benefício material, mas a igreja também está levando o alimento espiritual, o conforto e o consolo através da palavra de Deus para essas pessoas, mostrando que aqueles que amam a Jesus podem fazer algo mais para o próximo”, conclui Ulisses Mendes, líder da Ação Solidária Adventista no sudoeste da Bahia.

https://sdahymnal.net/

Previous articleNorth American Division Adventist Ministries Convention Seminars Cover Mental Health, Inclusion, Leadership, and More
Next article University Students Explore Careers in Health-care Administration – Seventh-day Adventist Church

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here