Igreja de Bagé se une ao movimento do “Outubro Rosa”.

0
35

 

Participantes do Ministério da Mulher, da cidade de Bagé, interior do Rio Grande do Sul.

No último sábado, dia 10, as igrejas adventistas de Bagé se uniram para realizar uma ação na campanha do “Outubro Rosa”. Essa é uma iniciativa que se repete anualmente e tem por objetivo conscientizar as mulheres quanto ao tema da prevenção do câncer de mama, uma das doenças com as mais altas taxas de mortalidade entre pessoas do sexo feminino.

O movimento foi organizado pelo Ministério das Mulheres e reuniu cerca de 100 pessoas que participaram de uma caminhada pelas avenidas centrais com o propósito de distribuir literatura de prevenção ao câncer.

As participantes vestiram uma camiseta rosa especialmente confeccionada para o evento e, para evitar aglomeração em tempos de pandemia, as mulheres se organizaram em duplas por quarteirões, ocupando o passeio público guardando o devido distanciamento.

Algumas pessoas de outras cidades vieram até Bagé, para fazerem parte dessa ação. Uma dessas pessoas, foi a Maria da Glória, que viajou 80km, da cidade de Lavras do Sul, para poder estar participando da programação.

“Foi uma experiência muito boa, foi gratificante ver as pessoas recebendo uma mensagem através dos livros. Espero que cada pessoa que ler essa mensagem o Espírito Santo toque no coração, e a Esperança se renove a cada dia”.

Foram entregues mais de 500 literaturas que abordam aspectos da saúde física, mental e espiritual, juntamente com  materiais sobre a prevenção ao câncer. Além disso, foram distribuídas tulipas artesanais com indicações dos oito remédios naturais como forma de prevenção.

Junto ao esforço feminino, uma representação do clube de desbravadores Pioneiros da Fronteira esteve presente com seu uniforme de gala para acompanhar a atividade.

Segundo o pastor distrital de Bagé, Carlos Henrique, a ação realizada no último sábado teve por objetivo inserir a Igreja nos temas relevantes da sociedade. “Mostramos que a comunidade adventista não é somente mais uma confissão religiosa presente no mosaico espiritual da cidade, mas um grupo interessado nas demandas sociais da perspectiva da fé em Cristo”, afirma.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here