Jovem é fiel na guarda do sábado e ganha medalha de ouro em Olimpíada de Matemática

0
137

O jovem adventista Dayan, de apenas 12 anos, precisou aguardar por 4 horas para realizar a prova da fase final da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, que ocorreu no sábado dia 15 de setembro em 54 mil escolas públicas do Brasil. Dayan conquistou a medalha de ouro na olimpíada.

Por Agência Adventista Sul-Americana de Notícias, com colaboração de Polliny Pacheco
16 de julho de 2019

Dayan recebe medalha de ouro em Olimpíada de Matemática – Foto de Rafaela Prado

Aquele não seria um sábado como os outros.

Dayan Dias de Oliveira, 12 anos, chegou no local da prova pontualmente às 14h, pronto para guardar o sábado ali, em uma escola como a que ele frequenta durante a semana. Mas aquele seria um dia diferente. Ele estava participando da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) – que ocorre desde 2015.
Dayan entrou na sala. Estava apenas ele, um colega também adventista, e a professora que os acompanhou durante a tarde, e, diferente dos quase 18 milhões de participantes da Edição 2018 da Olimpíada, eles não começaram a fazer a prova no horário estipulado.

A espera

O sinal marcando o início da prova soou pelos corredores do CEMAB (Centro de Ensino Médio Ave Branca) onde ele estava, e nas outras 54 mil escolas públicas espalhadas pelo Brasil, e, mesmo imaginando que seus amigos já estavam lendo e fazendo contas, permaneceu firme em sua decisão de guardar o sábado. Em nenhum momento Dayan pensou em voltar atrás, ou imaginou que seu desempenho seria comprometido. “Eu sentia que Deus ficaria orgulhoso de mim”, disse Dayan.

Ele esperou pacientemente as horas do sábado passarem, sempre com um cântico no coração – uma das leis dos Desbravadores que aprendeu no Clube que faz parte: Luzeiros do Planalto, na Igreja Adventista de Águas Claras-DF onde frequenta.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here