Ordenação e jubilação pastoral marcam o último final de semana no sul do Paraná

0
104

Solenidade confirmou vocação de dois ministros da Associação Sul Paranaense e a conclusão do trabalho de dois pastores que completaram a carreira no ministério.

Por Jordana Graci
23 de novembro de 2020

Dois novos pastores tiveram seu ministério reconhecido

No último sábado, 21, uma cerimônia de ordenação e jubilação pastoral marcou a vida de quatro pastores. A solenidade foi realizada na igreja adventista Guabirotuba, em Curitiba, PR. Na ocasião, estiveram presentes familiares e amigos, além da presença do corpo de pastores e administradores da Associação Sul Paranaense, sede administrativa da igreja para esta região. A mensagem aos presentes foi dirigida pelo presidente da Igreja Adventista para a região sul do Brasil, pastor Marlinton Lopes.

Durante o programa, os pastores ordenados, Fábio Fialek e Vinicius Serain, receberam o Certificado de Ordenação, a Credencial Pastoral e uma Túnica Batismal. A designação pública ao ministério, que ocorre neste culto especial, os habilita a realizar casamentos e batismos a partir deste momento. Na igreja Adventista, este reconhecimento ocorre, normalmente, após um período de avaliação, pelo qual o bacharel em Teologia passa antes de ser designado publicamente para o ofício pastoral. Durante a cerimonia também foram realizados quatro batismos celebrados pelos novos pastores.

No evento, também foi realizada a homenagem aos pastores Amilton Menezes e Elias Kley Fernandes por completarem a carreira pastoral. Os jubilados receberam uma medalha da Associação Geral e uma placa de reconhecimento com menção a família, pelos anos de dedicação a função pastoral.

Pastores jubilados foram homenageados com medalhas e placas

Segundo o líder ministerial da Associação Sul Paranaense e organizador da solenidade, pastor Márcio Vivan, o início e o fim da carreira pastoral representam marcos solenes na vida dos presbíteros. “Com certeza a ordenação é um dos momentos mais importantes na vida de um pastor. Quanto a questão da jubilação, é um momento esperado pelo pastor, porque é o reconhecimento do seu ministério, do trabalho realizado”, destaca.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here