My Story: Lessons learned during lockdown

The five people who were baptised.

August was a month in which many people made decisions for eternity thanks to meetings  conducted at Morata Two Seventh-day Adventist Church in the Central Papua Conference.

Immediately after the Papua New Guinea government declared lockdown for the country, church elder Nathan Luso began a small cell group house near his home. People convened for worship for a few months until five people made the decision to be baptised. Now, a few months later, the group has grown to the size of a church plant and land has been cleared to build a church building.

Final year theology student, Justin Kundalin, was involved in running meetings for the small group and says he has learned three important lessons:

  1. No circumstance is powerful enough to stop people from making decisions for eternity. Even during lockdown, people made the decision during the lockdown because nothing can stop the work of the Holy Spirit.
  2. For many people, COVID-19 has been a blessing in disguise. In PNG, it has been an opportunity to evangelise to the community.
  3. Never underestimate the power of a small group. This all began with the small group that Elder Nathan Luso began which, as a result, will soon become a church.

Source link

Jesus for YouTubers – Seventh-day Adventist Church

“In the 10 years I did literature evangelism, I’ve estimated I’ve knocked on 100,000 doors,” says 30-year-old Justin Khoe, YouTuber and self-described digital missionary. “That’s a lot. But it took 10 years. I can put out a video with similar content as would be in a Bible study or a sermon and theoretically it can reach the same 100,000 people, but with just one video.”

Back in 2015, this “revelation” led Khoe to pursue mission in a completely out-of-the-box way that has allowed him to reach—and establish relationships with—thousands he might never have connected with. As the world of YouTubing has exploded in the past several years, Khoe found it hard at first to find Adventists on the platform. And when he did identify two of them, he felt their approach to things didn’t exactly resonate with him. He realized that perhaps he’d found an untapped mission field.

Creating a Platform for Ministry

And so, he began. Khoe’s first “brand” was The Christian Vlogger, a channel where he posted videos on many topics pertaining to Christian faith and lifestyle. As literature evangelists do, Khoe started by setting a goal for himself in terms of the number of people he was aiming to subscribe to his channel.

He admits that he wasn’t sure of what he should be shooting for. Content creation must have disciplined focus, and the commitment to making videos that would consistently draw viewers was pretty much the entire idea. “So, I said, ‘OK. What does success look like in this form of ministry?’ And I didn’t have a way to measure that. And so, I drew a parallel in my mind of every other ministry experience I’ve had. If I was a Bible worker, if I was an evangelist, if I was a church planter, for example, what would success look like after 12 months?”

Celebração jovem – Notícias Adventistas

0

Mega celebração jovem marcou encerramento do projeto “Missão Calebe”.

Por Gabriela Porto
21 de setembro de 2020

Equipe de organização da Missão Oeste Mato-Grossense (MisOM). (Foto. Roberto Junior)

 

O Ministério Jovem da Igreja Adventistas do Sétimo Dia, realizou nos dias 18,19 e 20 de setembro, uma mega celebração que marcou o encontro da juventude da Missão Oeste Mato-Grossense (MisOM). O evento contou com a presença do líder de jovens da região Centro Oeste Brasileira, pastor Richard Ogalha.

Durante doze semanas, dois mil jovens dedicaram seu tempo para realizar projetos sociais e evangelísticos em diversas comunidades carentes de Várzea Grande e interior. O circuito de boas ações realizado pelos jovens Mato-Grossenses alcançou pessoas carentes, atendimento online a pessoas do grupo de risco, moradores de rua, desabrigados e profissionais da área da saúde.

As ações sociais, começaram no final do mês de junho e durante três meses, os voluntários foram desafiados a realizarem atividades que desenvolvessem suas habilidades na missão de levar mensagens de esperança em meio à crise. E de forma dinâmica, o projeto intitulado “Missão Calebe”, despertou nos jovens o sentido de viver na pratica a solidariedade e amor ao próximo.

Celebração

“Nosso objetivo é mostrar a eles que é possível deixar Deus atuar em suas vidas para que eles sejam exemplos neste mundo”, explicou o líder de jovens da Missão Oeste Mato-Grossense, Krysthyann Zeferino. (Foto. Gabriela Porto)

“É um evento onde os jovens terão um grande encontro com Deus e com os amigos. Nosso objetivo é mostrar a eles que é possível deixar Deus atuar em suas vidas para que eles sejam exemplos neste mundo, fazendo a diferença por onde passarem”, explicou o organizador do evento e líder de jovens adventistas da região Oeste Mato-Grossense

O Ginásio Esportivo da Sede Administrativa da Igreja Adventista para região Oeste Mato-Grossense (MisOM), foi ponto de encontro do evento celebrado pelos jovens. Mais de trinta e cinco pessoas estiveram envolvidas na organização do evento e de toda temporada, contando com líderes de departamentos ministeriais.

Adventist Review Online | Loma Linda Cancer Center Celebrates 30 Years of Proton Treatment

It has treated more than 21,500 people, 14,000 of those being prostate cancer patients.

The James M. Slater, MD, Proton Treatment & Research Center at Loma Linda University Cancer Center is celebrating its 30th anniversary. The world’s first hospital-based proton therapy facility was a vision of Slater, who died in December 2019.

Slater, who championed and oversaw the Proton Treatment Center’s creation, was determined to improve the quality of life for patients undergoing cancer treatment and was inspired to use proton therapy to do so. He began working with Fermi National Accelerator Laboratory (Fermilab) in 1986 to plan the proton synchrotron and center, which resulted in the construction of one of the most complex pieces of medical equipment ever built.

For years, the Loma Linda University Medical Center Proton Treatment Center was the only place in the world to offer proton therapy for patient treatment and research in a hospital setting. After opening its doors in 1990, it remained the only hospital-based treatment center of its kind in the United States until 2001. It was renamed in Slater’s honor in 2007.

  • The original installation of the gantry at the Proton Treatment Center. [Photo: Loma Linda University Health News]
  • Contemporary photograph of the Proton Treatment Center at the Loma Linda Cancer Center that is turning 30 this year. [Photo: Loma Linda University Health News]

The success of the Proton Treatment Center at LLU Cancer Center has prompted the establishment of 37 operational centers in the U.S. and 70 operational centers around the world. Additionally, another eight centers are under construction in the U.S. and 32 internationally.

Proton radiation therapy is the most precise and advanced form of radiation beam treatment available today. It is a painless, non-invasive procedure that allows patients to maintain their quality of life and quickly resume normal activities, permitting physicians to deliver full or higher treatment dosages to destroy a tumor with minimal side effects to a person’s surrounding healthy tissue or organs. 

Adventist opens PNG’s 45th independence day celebration

The expatriate Papua New Guinean (PNG) community in Honiara, Solomon Islands, celebrated the PNG’s 45th Independence Day on Wednesday September 16.

The event was held at the PNG High Commission Chancery at Townground in Honiara, and commenced with a sermon presented by Seventh-day Adventist church pastor Robinson Diosi.

It was followed by speeches from representatives of the High Commission and PNG nationals who reflected on the country’s independence, as well as a lunch and the presentation of gifts to community members.

Source link

“Caravana da Primavera” leva mensagens de esperança a bairros do Espírito Santo

0

Por Ayanne Karoline
21 de setembro de 2020

Igrejas no sul do ES recebem caravana de pastores. (Foto: Acervo Pessoal)

As igrejas adventistas no Espírito Santo já estão reabrindo. Seguindo as orientações de saúde e determinações do governo estadual, os fiéis já se reúnem em diversas localidades. Quem mora no sul do Espírito do Santo, está recebendo a “Caravana da Primavera”, com pastores e líderes de departamentos da União Sudeste Brasileira – USeB (sede administrativa da Igreja Adventista para RJ, ES e MG), bem como pastores locais. Eles estão levando mensagens especiais por ocasião da Semana da Esperança.

Os batismos já estão acontecendo e uma grande festa acontece no sábado (26), data do encerramento. (Foto: Acervo Pessoal)

A média de público nas reuniões, que têm começado às 19h30, tem sido de 100 pessoas, chegando a mais de 200 nas igrejas com maior capacidade. O encerramento da programação ocorre no próximo sábado (26), com inúmeros batismos já programados, mensagens e musicais especiais.

O líder de Evangelismo da USeb, pastor Raimundo Gonçalves, explica que muitas pessoas já vinham estudando a Bíblia e se preparando para o batismo. “Estamos colhendo agora os frutos dos programas de evangelismo feitos por jovens do Missão Calebe, da Semana Santa online, Semana de Evangelismo da Mulher, entre outros. Deus tem nos abençoado e muitas vidas estão sendo transformadas”, contou.

Equipe da ADRA/ES esteve no local. (Foto: Acervo Pessoal)

Ação social

Em um dos bairros atendidos pela caravana, região de Terra Vermelha, em Vila Velha, mais de 40 toneladas de alimentos foram distribuídas e 32 mil máscaras confeccionadas e doadas. A ação foi promovida pelo Ação Solidária Adventista (ASA) local e ADRA/ES.

Confira as igrejas com programação especial

IASD Campo Grande – Pastor Hiram Kalbermatter

IASD Bela Aurora – Pastor Leônidas Guedes

Physician Brothers Share Testimony from Frontlines of the COVID-19 Fight – Seventh-day Adventist Church

Physician Wayne Moore III working in the Emergency Department at Nashville General Hospital in Nashville, Tennessee, United States. [Photo: Southern Tidings]


Adventist doctors Eric and Wayne Moore are among the many health-care professionals around the world who are on the frontlines in the fight against the novel coronavirus and resulting COVID-19.

Wayne, an emergency medicine physician, is the CEO and founder of Moore Life Healthcare, which operates two urgent care centers in middle Tennessee, United States. He also has extensive experience in bioterrorism, pandemic prevention, and mitigation. In 1996, he was part of a Metropolitan Medical Strike Team (MMST) that the U.S. government assembled to mitigate bioterrorism attacks and pandemics. In 2005, he served as co-medical director of a bioterrorism program for the state of Tennessee that developed a system to help track the availability of intensive care unit (ICU) beds and ventilators during a terrorist attack or pandemic. Tennessee health officials have updated the system and are using it during the current pandemic.

At a time when people may not be able to get to a physician, Wayne says, his company’s telehealth service has been beneficial. The service utilizes nine physicians in the Moore family (one family member is scheduled to start medical school).

“We’re all over the country,” says Wayne, whose expertise has made him a go-to person for pandemic commentary. “Because of COVID-19, we can work across state lines and get prescriptions to patients’ pharmacies electronically.”

One of the doctors is his brother Eric, who owns Moore Medical Group, based in Orlando, Florida. The group provides services in psychiatric hospitals in Florida and North Carolina. He is also the medical director of AdventHealth Hospice Care in Orlando.

Both brothers have been working directly with patients infected with COVID-19 and are doing what they can to help treat them, or, for those who are dying, make them as comfortable as possible.

Jovens promovem ações on-line e sociais durante a Pandemia

0

Doações de sangue, séries de evangelismo on-line, cartas para vizinhos e doação de fraldas foram as ações realizadas no projeto Missão Calebe.

Por Victor Pereira e Clóvis Barbosa Júnior – colaboradores locais
21 de setembro de 2020

Doações de sangue, séries de evangelismo on-line, cartas para vizinhos e doação de fraldas foram as ações realizadas no projeto Missão Calebe. Foto: colaborador local

Os jovens do da região de Lins realizaram durante o mês de agosto o projeto Calebe na Web. Devido à Pandemia e ao momento de distanciamento que estamos vivendo, as igrejas adventistas tiveram que se readaptar para a continuar a missão da pregação do evangelho.

As mídias sociais se tornaram ainda mais essenciais como canal de comunicação entre as pessoas e com o projeto não foi diferente. Entre as ações realizadas, se destacam os estudos bíblicos de forma dinâmica e em formato de lives que foram realizadas nos dias 14 a 16 e 21 a 23 de agosto. Durante as lives eram debatidos assuntos de estudos bíblicos mostrando as doutrinas da Igreja, comandadas pelo pastor local, Tiago Zoratto, e o pastor da Escola Adventista de Lins, Victor Pereira.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Durante as lives, os jovens da região ficaram em ilhas de informática na Escola Adventista de Lins com a missão de divulgá-las e responder questionamentos dos internautas que eram mandadas ao vivo. Ao todo foram realizadas 10 lives com temas como a mortalidade da alma, predestinação, santuário, a lei de Deus e o sábado. As lives contaram com a participação de outros pastores convidados, como o Daniel Tavares responsável por Jovens para o oeste paulista. Durante esses dias também tivemos nas lives testemunhos incríveis e mensagens musicais especiais.

Além das lives, os Calebes também participaram de outras ações. No primeiro final de semana, eles escreveram cartas com mensagens de amor e esperança, que foram colocadas nas caixas de correio dos vizinhos da Escola Adventista e também realizaram um jejum de sete horas em prol do Brasil e da igreja. No segundo final de semana houve um drive-thru de arrecadação de fraldas geriátricas que foram doadas para a Santa Casa de Lins.

La mujer presentada en la teología bíblica – Noticias

¿Qué dice la Biblia sobre el liderazgo de la mujer, y sobre la relación de complementación con el hombre, entre otros temas relacionados? Dos teólogas aclaran el tema

Por Felipe Lemos
21 de septiembre de 2020

La Biblia da evidencias de la relevancia de las mujeres en diferentes narraciones y situaciones (Foto: Shutterstock).

La Agencia Adventista Sudamericana de Noticias (ASN) decidió dialogar sobre algunos aspectos de esta temática con dos entrevistadas. Una de ellas es Christie Chadwick, PhD en Arqueología Bíblica y Antiguo Testamento, y profesora de Antiguo Testamento en la Facultad de Teología del Centro Universitario Adventista de Sao Paulo (Unasp), en Engenheiro Coelho. Y la otra entrevistada es Vanessa Raquel Meira, magíster y doctoranda en Teología, y profesora del curso de Pedagogía en el Instituto Adventista Paranaense (IAP).

Lea también:

¿Qué dice la Biblia, en líneas generales con respecto al papel de la mujer en la sociedad dentro del plan divino de salvación de todos?

Christie Chadwick: La Biblia siempre retrata a la mujer de forma positiva. Su primera presentación en Génesis es como compañera igualitaria del hombre en el gobierno de la Tierra.

A pesar de mencionarlas en las historias bíblicas con menos frecuencia que a los hombres, las mujeres temerosas de Dios son retratadas como sabias, valientes, activas e independientes, como los ejemplos de Rahab, Rut, Abigail (esposa de Nabal), Ester, y otras. En varios pasajes bíblicos se presenta la sabiduría como una característica femenina, tanto en su personificación en Proverbios (por ejemplo, Proverbios 8:1-9, 12), como en los ejemplos del papel de una mujer sabia resolviendo un problema difícil. En dos momentos, la sabiduría de Salomón aparece ante mujeres: el pleito sobre el hijo vivo discutido por las dos prostitutas (1 Reyes 3:16-28) y el encuentro con la reina de Sabá, que lo visitó “para probarlo con preguntas difíciles” (1 Reyes 10:1).

Carrori celebra 70 anos do Clube de Desbravadores

0

Evento aconteceu em formato drive-in e foi transmitido pela internet.

Por Jordana Graci
21 de setembro de 2020

Evento foi realizado ao ar livre respeitando as normas de distanciamento social Imagem- Pr Eduardo Neto

Eles gostam de atividades ao ar livre. Amam acampar, caminhar, escalar, explorar…e realizar uma festa dentro dos carros a céu aberto, até que combinou com o espírito de aventura dessa galerinha: os desbravadores. Eles são meninos e meninas entre 10 e 15 anos que se reúnem, em geral, uma vez por semana para aprender coisas novas e usar seus talentos para fazer a diferença na vida do próximo. Em tempos de isolamento social, devido a pandemia de Covid-19, a celebração dos 70 anos do Clube de Desbravadores do qual fazem parte, teve que ser de um jeito nada convencional.

Popular em décadas passadas, o drive-in foi o formato escolhido para a realização do evento comemorativo que aconteceu em 2 edições. A primeira, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, na última sexta, 18 e a segunda, em Paranaguá no domingo, 20.

A programação foi transmitida ao vivo pela internet e contou com a presença do líder sul-americano dos Desbravadores e Aventureiros, pastor Udolcy Zukowski e o líder da área para o sul do Brasil, pastor Aryel Marques. O evento foi organizado e dirigido pelo diretor do departamento de Desbravadores e Aventureiros do sul do Paraná, pastor Eduardo Neto e prestigiado pelas famílias da garotada que participa dos clubes, pastores e administradores da sede administrativa da Igreja Adventista do sul do Paraná.

“Temos motivos de sobra para comemorar, pois o clube de desbravadores está há 70 anos influenciando pessoas para o bem, formando líderes proativos, eficientes e cumprindo a missão de maneira responsável”, comemora Neto.

O programa teve batismos de aventureiros e desbravadores e a investidura de líderes das duas agremiações. Cerca de 150 carros estiveram presentes na primeira edição, enquanto na segunda, em torno de 140 veículos.