Projeto incentiva pessoas privadas de liberdade a mudarem de vida através da leitura

Projeto incentiva pessoas privadas de liberdade a mudarem de vida através da leitura

Casal mineiro arrecada livros que serão destinados à biblioteca de presídio no município de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais.

Por Renata Paes
26 de março de 2021

Ademar Siqueira mostra os livros já arrecadados, que serão destinados a uma unidade prisional de Minas Gerais. (Foto: Renata Paes)

Muito antes da crise sanitária e econômica causada pela COVID-19, pessoas privadas de liberdade já eram isoladas da sociedade. Com a pandemia, as unidades prisionais restringiram mais ainda a possibilidade do recluso manter contato com o externo.

O conceito de detenção como mecanismo de socialização aparenta ser um desafio às autoridades públicas. Portanto, para amenizar o isolamento social dessas pessoas e contribuir com a construção de uma nova trajetória de vida, Ademar da Silva Siqueira, de 53 anos, e Shirley Cristina de Oliveira, de 52 anos, viram na leitura a oportunidade de cidadãos privados de liberdade encontrarem companhia, desenvolvimento pessoal, espiritual e intelectual.

O casal criou o projeto “Desenvoulendo” e recebe doações de livros, que já tem o destino certo: a biblioteca da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais.

No estado mineiro, segundo os dados mais recentes do Monitor da Violência, elaborado pelo Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da Universidade de São Paulo e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública,  o percentual de presos que tem acesso a sala de aula é de apenas 12,6%. Inclusive, muitos são alfabetizados nas prisões, a partir de programas educacionais.

Oportunizar a leitura para essas pessoas foi a forma que Ademar encontrou para levar esperança, fé, força, coragem e liberdade para aqueles que merecem reescrever os sonhos.

Há 10 anos desenvolvo trabalho de consultoria empresarial na área do comportamento humano. Já fiz palestras em presídios. Eu acredito muito na leitura. Tenho vários depoimentos de pessoas que foram transformadas pela leitura, por isso criei o projeto”, ressalta ele.

O projeto aceita todos os tipos de obras. (Foto: Renata Paes)

Ademar recebe doações de todos os tipos de obras. Porém, como projeto pessoal, almeja alcançar 60% dos livros de escritores adventistas. Essa foi a forma que ele encontrou para pregar o evangelho nas prisões.

“A gente tem que acreditar na mensagem da palavra de Deus. Essa mensagem é como folha de outono. No momento certo dará o fruto que a gente espera”, reforça.

Ademar busca levar a palavra de Deus para as pessoas que não tem liberdade. (Foto: Renata Paes)

Deseja ser um doador de livros?

Entre em contato com Ademar Siqueira pelo telefone e WhatsApp (31)9 8920-1723. Ele irá viabilizar o recebimento das doações em Belo Horizonte. A estimativa para entrega das obras à biblioteca da Apac de Conselheiro Lafaiete está para  10 de abril.

Em breve, o projeto também irá lançar o site desenvoulendo.com.br , que trará dicas de leitura, resenhas, e-books grátis, incentivo para que pessoas tornem-se leitores e leitoras diferenciadas e conheçam mais sobre o “Desenvoulendo”.

Abaixo você confere mais informações sobre o projeto.

https://sdahymnal.net/

Author Image
bushbaby

Leave a Reply

Your email address will not be published.