UNASP lança documentário Pontes Para o Futuro

0
26

Por Yasmin Medeiros | Edição: Caroline Belotto
11 de junho de 2021

O Centro Universitário Adventista de Ensino (UNASP) lançou, nesta terça (08), a série Pontes para o Futuro, que conta a história de seis professores que, comprometidos com o projeto educacional, decidiram inovar na forma de dar aulas on-line e desenvolveram formas criativas de promover o ensino. A série tem formato de documentário e é dividida em seis episódios, lançados semanalmente pelo canal do UNASP no YouTube.

De acordo com Riane Junqueira, organizadora do projeto, a iniciativa surgiu com o objetivo de  evidenciar os esforços dos professores no atual cenário pandêmico. “Em uma época em que se desacredita da longevidade da educação, pelo menos como a conhecemos até aqui, faz-se necessário reconhecer os professores que têm alargado as fronteiras do conhecimento em plena pandemia. Gente que tomou para si a tarefa de reinventar os meios e as linguagens para, mesmo num momento incerto, continuar assegurando o trajeto do aluno rumo ao conhecimento. Foram pontes,” explica.

Para Riane, abordar essa temática é importante porque se trata de um material estimulante. “Tanto como incentivo ao público geral, como às famílias dos educandos, quanto ao corpo docente e discente, essa série de histórias inspiradoras ajuda a seguir em frente acreditando no poder atemporal da educação. Faça chuva ou faça sol, é por meio do estudo que seguimos em frente, criando soluções que nos permitam encurtar o caminho entre o querer e o fazer. Há poder na educação”, destaca. 

Educação a distância e lições de vida

A professora do curso de Arquitetura e Urbanismo do UNASP, Mayara Christy Tavares, preocupada em amenizar os impactos da pandemia do novo coronavírus para famílias carentes, desenvolveu um projeto de sustentabilidade com os seus alunos. “No ano passado (2020), o trabalho foi desenvolvido em parceria com a ONG A Melhor Ação, que realiza reformas de casas populares para famílias em alta vulnerabilidade social no município de Cosmópolis, em São Paulo. O objetivo era que cada aluno produzisse um móvel a partir de materiais reciclados e doasse para essa ONG utilizar em suas reformas”. Mayara comenta também que o intuito do projeto para este ano é atender às necessidades de cachorros abandonados. Por isso, os alunos devem produzir casinhas que sirvam de abrigo, uma vez que, durante a pandemia, o número de animais de rua têm aumentado consideravelmente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here